Ação Judicial

Ação judicial é um procedimento legal pelo qual uma parte (autora) pode solicitar ao poder judiciário que intervenha em um determinado caso ou que resolva uma disputa. Existem vários tipos de ações judiciais no Brasil, cada uma delas com suas próprias regras e procedimentos. Alguns exemplos de ações judiciais comuns no Brasil são:

  • Ação de execução: é uma ação judicial pelo qual uma parte (exequente) pede ao poder judiciário que obrigue outra parte (executada) a cumprir uma obrigação previamente estabelecida em um título executivo (como um contrato, uma sentença judicial ou uma certidão de dívida).
  • Ação de indenização: é uma ação judicial pelo qual uma parte (autora) pede ao poder judiciário que obrigue outra parte (ré) a indenizá-la por danos sofridos em decorrência de um ato ilícito ou negligente.
  • Ação de divórcio: é uma ação judicial pelo qual um casal pode solicitar a dissolução de seu casamento perante o poder judiciário.
  • Ação de habeas corpus: é uma ação judicial pelo qual uma pessoa (impetrante) pode solicitar ao poder judiciário que intervenha em caso de prisão ou de detenção ilegal ou que garanta o direito de alguém de ser ouvido em juízo.

Para ajuizar uma ação judicial, é preciso escolher o tipo de ação adequado e seguir os procedimentos estabelecidos pelo Código de Processo Civil. É importante lembrar que ações judiciais só podem ser ajuizadas dentro de um prazo estabelecido por lei (prazo de prescrição) e que elas só podem ser usadas para resolver disputas ou questões que ainda não foram definidas por outro meio (como um acordo ou um arbitramento).


Publicado

em

por

Tags: